segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Recuperar boot do Windows 8/8.1/10 após fazer merda em instalação do Linux.

Para que este procedimento dê certo, você precisa na instalação ter marcado a partição EFI (em geral ela está nomeada como "SYSTEM" e possui, em geral, menos de 300mb ou 500mb) como /boot ou /boot/efi ou qualquer coisa no seu sistema. Se você não fez isso, senta e chora.

Caso você tenha (por querer ou sem querer) formatado a partição EFI ou instalou o Linux e não conseguiu colocar a opção para rodar o Windows 8/8.1/10, não se desespere nem formate o computador, ainda tem jeito.

A primeira coisa que você precisa fazer é copiar o conteúdo de uma pasta específica para dentro da partição EFI do Linux. - Lembre-se que a partição EFI está ou no /boot ou no /boot/EFI, de acordo com o que você fez na instalação.

Abra o terminal e digite:

sudo cp -r /[onde está montado a sua partição do Windows]/Windows/Panther/Rollback/EFI/Microsoft/ /boot/EFI/

Este comando vai copiar todo o conteúdo da pasta "Microsoft" para o /boot/EFI/

Agora nós precisamos colocar uma entrada no Grub para o Windows. Você pode usar seu editor preferido (kate, gedit) eu vou dar o exemplo com o Vim:

sudo vim /etc/grub.d/40_custom

Este comando vai permitir que você edite o arquivo "40_custom" que é onde colocamos nosvas entradas de boot no Grub.

Você vai acrescentar o seguinte neste arquivo:

menuentry "Windows 10" {
set root='(hd0,gpt1)'
chainloader /boot/EFI/Microsoft/Boot/bootmgfw.efi
}

Não se preocupe em saber qual é a sua partição para o set root, sempre vai ser a hd0,gpt1.

Salve as alterações, feche o editor e volte no terminal para mais dois comandos:

sudo grub-mkconfig
sudo update-grub

Estes dois comandos servem para atualizar as opções do Grub.

Feito isso, corrigirá tanto o arquivo EFI que pode estar faltando na partição EFI (caso você a tenha formatado) e também adicionará a opção para o Windows iniciar.

Não se esqueça de verificar no UEFI (antigo BIOS) se a opção de boot do Linux está como preferencial.

quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Trabalhar com RAW no Ubuntu

Se você gosta de tirar umas fotos profiça (RAW) e está com preguiça de usar o Lightroom (Adobe) no Wine, você pode baixar o photivo que faz a mesma bosta.

sudo add-apt-repository ppa:dhor/myway
sudo apt-get update
sudo apt-get install photivo

Fim de papo.

Instalar novo tema de Icones ou cursores no Gnome 3 (Ubuntu)

Olá negada.

Primeiramente gostaria de lembrar que para gerenciar os temas de icones no Gnome 3 ou no Unity, a melhor forma é pelo Gnome Tweak Tool (Ou Unity Tweak Tool). Se você ainda não tem esse programa, vai buscar!

Uma vez em posse desse programa, o resto do processo é muito simples. Se o tema de icones está em um PPA para ser baixado, basta baixar. Mas se é um arquivo zipado que você baixou, faça o seguinte:

Descompacte o arquivo (dã!)

Abra o terminal e digite: (vou supor que a pasta descompactada está na pasta "Downloads"

sudo cp -r /home/nome-do-usuário/Downloads/nome-da-pasta /usr/share/icons

Pronto. ¬¬

Você tem de colocar na mesma pasta tanto os icones quanto os temas de cursores. Assim que você colocar a pasta lá, o tema aparecerá automaticamente no Gnome/Unity Tweak Tool.

domingo, 17 de agosto de 2014

"Sincronizar" agenda do Google com Outlook ou Windows Live Mail.

Hoje em dia é muito comum utilizarmos ao mínimo dois serviços de e-mail. No meu caso eu possuo toda a minha atividade organizada no Google, mas por usar um computador com Windows precisei fazer essa sincronia de agenda. - Fora a de contatos e outras coisas.

No meu computador eu usava o Mozilla Thunderbird, mas no meu computador esse cliente de e-mail travava toda vez que eu excluía um e-mail. Então resolvi trocar para o Windows Live Mail, que é bonito, fácil de usar e organizado. Vi que o WLM tinha um serviço de agenda e então resolvi descobrir como sincronizar a agenda do Google com o WLM. - É muito simples.

Abra a sua agenda no Google. No tópico das agendas vá na agenda que deseja sincronizar, clique na setinha de menu e depois em "Configurações da Agenda".

Feito isso, procure o tópico "Endereço privado". Esta URL permite que qualquer cliente de agenda/calendário possa acompanhar os eventos colocados na agenda do Google. Clique no botãozinho escrito "ICAL", ele abrirá um pop-up com a URL da agenda. - Copie este endereço (CTRL+C)

Abra o site do Outlook, clique na seta de menu no topo e vá na opção "Calendário". Após isso, clique na seta ao lado do botão "Novo" e depois na opção "Calendário". Nesta opção haverá uma opção chamada "Assinar", cole a URL da sua agenda lá, dê um nome a ela, e salve.

Agora quando você logar no WLM com a sua conta do Outlook sua agenda do será sincronizada também.

ATENÇÃO!!!! - Essa sincronia não é bilateral. Ela vai mostrar os eventos da agenda do Google, mas os eventos marcados na agenda do Outlook NÃO APARECERÃO NA AGENDA DO GOOGLE!!!! Sempre que for marcar um evento você terá de usar a agenda do Google.

sábado, 22 de março de 2014

Onenote no Snow Leopard.

Para quem já tentou ou está tentando colocar esse programa maldito do Satanás no Snow Leopard já viu que não tem pai de santo que coloque essa porra no sistema. Até um tempo atrás existia suporte normal para o Snow Leopard, mas depois do lançamento do Mavericks a Microsoft só aceita a instalação do programa no OSX 10.9 ou superior. (-.-)

O que eu vou ensinar aqui não é (infelizmente) como colocar o Onenote no Snow Leopard, mas como fazer a melhor gambiarra possível para utilizá-lo no Snow Leopard. A princípio colocar esse programa no Snow Leopard é simples, basta conseguir a imagem DMG dele, mas quem disse que dá para achar essa porra?!

Então vamos lá. Primeiro acesse o Onenote Online e abra qualquer caderno seu lá. Depois copie o link desse caderno (na barra de endereços) e baixe este programa no seu Mac e instale. Abra o Fluid e cole a URL do seu caderno onde ele pede e dê o nome de "Onenote" (ou qual você quiser) no aplicativo.

Feito isso ele vai fazer um aplicativo do Onenote, mas na verdade é só um atalho para o serviço online, um atalho limpo, com a própria janela e com o próprio ícone, ou seja, apenas uma boa gambiarra.

Espero ter ajudado e qualquer xingamento é só colocar nos comentários.

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Adicionar músicas automaticamnte ao iTunes.

Quando comecei a usar Mac, eu achava muito tosco o iTunes não fazer varredura automática da biblioteca de música para adicionar as novas. E nem ter opção para isso...

Mas recentemente descobri um jeito mais automático de adicionar músicas ao iTunes.

Primeiramente, para facilitar o trabalho, mude a pasta de trabalho do iTunes para a pasta onde estão suas músicas na opção "iTunes/Preferências/Avançado".

Quando você fizer isso vai ser criada uma pasta na sua pasta de músicas chamada "Adicionar automaticamente ao iTunes". E quando baixar uma música nova basta colocá-la nesta pasta. Imediatamente o iTunes vai catalogá-la e colocá-la numa pastinha com o nome do artista e album.

quarta-feira, 26 de junho de 2013

Aumentar capacidade da GMA 950 no Mac.

Se você tem um Mac antigo, do branquinho, você provavelmente tem uma placa de vídeo Intel GMA 950 operando nele com 64mb. Esta placa na verdade tem capacidade para operar em 244mb, mas como a Apple gosta de sacanear os clientes, eles limitaram a capacidade da placa a isso, e não tem como mudar isso.

Mas, depois de alguma pesquisa, eu descobri que tem como aplicar um Booster na placa. Ela não vai ficar com mais memória, vai continuar com 64mb, mas vai ficar notavelmente melhor. Para se ter uma ideia eu consigo jogar, sem travamento, League of Legends (configuração de vídeo muito baixa) neste Mac depois de ter feito esse booster na placa (e colocado 4gb de RAM.)

Se você usa Windows, a placa vai utilizar os 244mb de vídeo, mas mesmo assim é possível fazer o booter, basta ir neste site e baixar o programa.

Para quem usa Mac o processo é um pouco mais longo, mas nada complicado. Primeiramente baixe o CHUD instale esse programa e depois baixe o GMABooster. Execute o GMABooter e quando ele perguntar diga que você quer configurar a placa para 400MHz. Ele pedirá a senha de super usuário.

Basta agora reiniciar o Mac e pronto! Sua placa de vídeo está com Booster a você sentirá a diferença!